Tenoxicam (Tilatil)

grupos farmacológicos:

fórmula molecular:

C13H11N3O4S2

princípio ativo:

Tenoxicam

Quais são os Nomes Comerciais do Tenoxicam (Tilatil)?

Tilatil, Teflan, Tiloxineo.

Qual é o Mecanismo de Ação do Tenoxicam (Tilatil)?

Tilatil, Teflan, Tiloxineo.

Para que Tenoxicam (Tilatil) é Indicado?

Tenoxicam é  indicado para o tratamento inicial das seguintes doenças inflamatórias e degenerativas, dolorosas do sistema musculoesquelético como: artrite reumatoide, osteoartrite, artrose, gota aguda, tendinite, bursite, dismenorreia primária e dor pós operatória.

Qual é a Posologia do Tenoxicam (Tilatil)?

Tenoxicam é  indicado para o tratamento inicial das seguintes doenças inflamatórias e degenerativas, dolorosas do sistema musculoesquelético como: artrite reumatoide, osteoartrite, artrose, gota aguda, tendinite, bursite, dismenorreia primária e dor pós operatória.

Quais são os Efeitos Colaterais do Tenoxicam (Tilatil)?

Redução do apetite, tontura, dor de cabeça, desconforto gástrico, epigástrico e abdominal, dispepsia, pirose e náusea. Também pode ocorrer hemofilia (risco maior de sangramentos).

Quais são os Cuidados de Enfermagem para Pacientes sob uso de Tenoxicam (Tilatil)?

• Atentar-se ao uso concomitante com outros medicamentos, como anticoagulantes (aumento do risco de sangramento), ácido acetilsalicílico (ocorrência de maior efeitos adversos gastrintestinais) e ciclosporina (aumento de efeitos adversos renais).

• Pacientes que possuem úlcera péptica não devem tomar essa medicação.

• Orientar ao paciente (para a medicação em forma de comprimido) que faça a ingestão do medicamento com o estomago cheio para evitar desconforto gástrico.

• Monitorar o paciente durante o tratamento para verificar se há sintomas de danos ao sistema gastrintestinal, já que o uso dessa medicação pode causar perfurações e sangramentos, principalmente em idosos.

• Verificar e orientar ao paciente que analise possíveis reações na pele, como: erupção cutânea progressiva com bolhas nas lesões. Se isso ocorrer o tratamento deve ser interrompido

• Pacientes que possuam hipertensão ou insuficiência cardíaca congestiva devem ser monitorados regularmente. Podem surgir edemas, retenção de fluído e riscos de eventos trombóticos.

• Orientar que o paciente se alimente bem durante o tratamento.

Referências

BRASIL, ANVISA. Bulário Eletrônico. 2016. Disponível em: https://consultas.anvisa.gov.br/#/bulario/. Acesso em: 02 mai. 2022.

BARROS, Elvino. Medicamentos de A a Z: 2016-2018. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2016.

CAETANO, Norival. BPR – Guia de Remédios 2016/17. 13ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2016.

escrito por:

Gabriel Fellipe Félix Lima

Gabriel Fellipe Félix Lima

Graduando em Enfermagem pela PUC Goiás, Designer Gráfico, Programador e Apaixonado por Tecnologia!